O Brasil na bacia de almas (Artigo de Jornal)

Antigamente, nas reformas dos cemitérios, os restos mortais não identificados eram colocados num grande recipiente chamado “bacia de almas”. A expressão é utilizada até hoje como metáfora para o ato de dar destino a algo sem muito valor ou, então, algo descartado por preço abaixo do mercado.

O tema é importante para entendermos que o Brasil se tornou uma “bacia de almas”. As negociatas conduzidas por altos funcionários públicos, políticos e outros para privatizar empresas estatais rentáveis como Petrobras e Eletrobras ou o patrimônio amazônico, sem argumentos tecnicamente convincentes, lembram reflexões de Castoriadis (1975) sobre a alienação das instituições com relação à sociedade. Bens de interesse comum no território, do Estado e da Sociedade, são levados ao bazar e descartados por transações obscuras que atravessam as esferas do poder entre o central, o regional, o estadual e o municipal, sem consideração do valor social. Vendem-se empresas, cargos e acessos a financiamentos públicos sem preocupações deontológicas ou de consulta pública.

A venda do patrimônio nacional revela o enfraquecimento das instituições políticas, o crescimento da influência dos interesses privados na gestão do poder estatal e a renúncia pelas elites dirigentes de um projeto de desenvolvimento nacional que busque autonomia política. Alguns pontos contribuem para a nova dependência. O primeiro, institucional, revela a hegemonia do modelo neoliberal e utilitarista na regulação ideológica do poder nacional. O segundo, moral, a corrupção de políticos sequiosos de dinheiro para reeleição submetidos a grandes empresas, aprofundando a alienação do sistema parlamentar. O terceiro, étnico-racial, o crescimento da intolerância de parte das elites com relação à incorporação de populações vulneráveis em programas de promoção de cidadania democrática.

A possibilidade de que o Brasil volte a se tornar um entreposto comercial associado a um forte setor agroexportador apoiado na acumulação financeira e rentista internacional é real e revela o espectro assustador e dantesco da bacia de almas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Um site WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: