Dádiva e anti-utilitarismo

A dádiva não é uma mera teoria mas um mapa que permite entender como as regras práticas de criação de alianças entre os grupos sociais e indivíduos, desde os tempos passados, inspiram normas, valores e ritos que organizam os sistemas sociais. Num segundo e mais recente momento da vida intelectual e social, a dádiva permite a sistematização teórica do mapa para ajudar no entendimento dos processos de socialização e de individuação passados e presentes. O entendimento da dádiva permite se entender os caminhos para superar a alienação e gerar a autonomia e a liberdade do humano. – Paulo Henrique Martins

Itinerários do dom (I): Para nos situar no mundo contemporâneo (Podcast)

Paulo Henrique Martins e André Magnelli dialogam a fim de nos situarmos no mundo contemporâneo. Para tanto, tratamos das transformações do capitalismo, do trabalho, do mundo da vida e das subjetividades tanto nos países capitalistas centrais quanto periféricos; refletimos sobre a radicalização do utilitarismo na esteira destes processos; e falamos um pouco sobre o que é o antiutilitarismo e o dom e o papel do Ensaio sobre a Dádiva. Desejamos uma boa escuta!

Itinerários do dom (II): Rumo a uma sociedade convivial? (Podcast)

Neste episódio, conversamos em torno do Manifesto Convivialista, que foi publicado em 2013 sob liderança de Alain Caillé e que, agora em 2020, tem uma segunda versão publicada, com mais de 200 signatários. Não apenas apresentamos qual a proposta do Manifesto, como também os meios de torná-lo muito mais do que um livro e uma carta de princípios, de forma a se tornar conectado com as práticas e instituições. Desejamos uma boa escuta!

A economia do dom e a visão de Marcel Mauss (Entrevista)

A palestra A economia do dom e a visão de Marcel Mauss foi ministrada pelo professor e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Pernambuco, Paulo Henrique Martins de Albuquerque. O evento aconteceu no dia 10-10-2006. A partir do qual o professor concedeu uma entrevista à IHU On-Line.

O mercado está contra a lógica antiutilitarista (Entrevista)

O modelo desenvolvimentista aplicado no Brasil resultou em muitos problemas sociais, como o crescimento das favelas e o aumento da exclusão social, disse o Prof. Dr. Paulo Henrique Martins, do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em entrevista concedida à IHU On-Line, por e-mail

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: