O jogo democrático: Direita ou Esquerda? (Artigo de jornal)

Poucas noções da Sociologia Política têm amplos usos populares para o jogo democrático como aquelas de Direita e de Esquerda. Tradicionalmente, estas noções surgiram nas Assembleias Constituintes durante a Revolução Francesa. Ao lado esquerdo do rei se posicionavam os jacobinos e parte dos girondinos, que incluíam a burguesia comercial e industrial emergente. No lado direito do rei, os setores conservadores como a nobreza rural rentista e parte considerável do clero católico. No século XX, Direita e Esquerda passaram a ter outros usos. A “guerra fria” contribuiu para opor de um lado, o capitalismo norte-americano, visto como de Direita; de outro, o comunismo soviético, visto como de Esquerda. Nos planos dos estados nacionais, Direita e Esquerda se ofereceram a diversas interpretações. Nos países que conheceram importantes mobilizações populares, como Alemanha, França e Itália, os movimentos sociais eram vistos como de Esquerda e a classe empresarial como de Direita. Nos Estados Unidos os embates entre republicanos, mais à Direita, e democratas, mais à Esquerda, ressaltaram as pautas de minorias, de imigrantes, de meio ambiente, dos costumes e de justiça fiscal. Os regimes totalitários e ditatoriais apontando para a intolerância, rompem com o jogo democrático entre Direita e Esquerda. 

Nos países pós-coloniais como o Brasil, os temas do desenvolvimento e da soberania foram cruciais na oposição entre imperialistas, de Direita, e nacionalistas, de Esquerda. No momento, a discussão sobre neoliberalismo e democracia acirra o debate ideológico sobre o papel do Estado no desenvolvimento. Interessante observar que as sociedades que estão conseguindo articular positivamente desenvolvimento com sustentabilidade e democracia com inclusão social são aquelas que valorizam o Estado como regulador da modernização como Alemanha, Suécia e Portugal. Considerando a inevitabilidade de uma instância supra-individual para regular com justiça social o Bem Comum, fica o desafio de repensar Direita e Esquerda.

Os comentários estão encerrados.

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: