A dádiva e o terceiro paradigma nas ciências sociais: as contribuições antiutilitaristas de Alain Caillé (Artigo em periódico)

Resumo:

A palavra dádiva tem recepção ambivalente nas ciências sociais, no Brasil, na medida em que sugere, numa leitura superficial, um entendimento religioso e gratuito da doação. Mas a dádiva é um sistema teórico relacional que revela a complexidade das relações sociais no passado e no presente. Este reconhecimento levou Alain Caillé a propor a dádiva como um terceiro paradigma que seria mais complexo que aqueles marcados pelas tradições do individualismo e do holismo. A análise das contribuições deste autor é fundamental para se entender as tendências contemporâneas do debate que é crucial no desenvolvimento da escola francesa de sociologia fundada por Émile Durkheim.

Clique aqui para acessar o artigo na íntegra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Um site WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: