Ciência, Fé e Verdade (Artigo de jornal)

O filósofo grego, Sócrates, foi condenado a morte na cidade de Atenas, no ano 399 A.C, por professar ideias que contrariavam os costumes e a religião grega. Para não abrir mão do ensino da filosofia e da lógica, ele preferiu tomar o veneno cicuta. O sacerdote italiano Giordano Bruno foi queimado na fogueira no ano de 1600 D.C. por ordem da Inquisição romana por propor explicações cientificas sobre o universo vistas como ameaças à Igreja. O que une esses dois personagens? A fé na ciência. A hipótese de que a verdade poderia ser objeto de observação empírica era algo intolerável para os dogmáticos. 

A relação entre ciência e fé sempre foi complexa. Apesar das rixas o fato é que a modernidade ocidental se desenvolveu nos caminhos entre o transcendental e o empírico, ressignificando permanentemente a relação entre o bem e o mal. Os desenvolvimentos da linguística, da psicanálise e da fenomenologia permitiram aprofundar os sentidos da Palavra na experiência do inconsciente que era até então universo exclusivo da religião. No outro lado, o pluralismo de igrejas, permitida pelo liberalismo político, como vemos no Brasil, facilitou a possibilidade de se conviver num mesmo mundo com crenças e interpretações diversas do divino.

Recentemente, um fato novo está deslocando as tensões modernas entre ciência e fé na construção da verdade. Este fato é conhecido como “pós-verdade”, “fake news” ou uso da mentira para justificar a verdade de cada um. Trata-se de uma moral pragmática e utilitarista que foi engravidada pelo mercantilismo e parida pelo culto material ao dinheiro. A ideia que todas as crenças cientificas e religiosas podem ser manipuladas desde que elas possam servir para poder e enriquecimento constitui a base de uma experiência cultural muito problemática. Considerando os efeitos nefastos desta experiência cínica sobre a política e a sociedade, é necessário que leigos e religiosos se unam “racionalmente” em defesa de uma ética compartilhada do pluralismo democrático.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: